Estrabismo em adultos, tem tratamento?


O estrabismo, seja de início recente ou reaparecimento do estrabismo infantil, geralmente pode ser tratado com sucesso em adultos. Opções de tratamento cirúrgico e não cirúrgico estão disponíveis, e a escolha do tratamento geralmente é baseada na gravidade do estrabismo.

Embora seja freqüentemente considerada uma condição infantil, a incidência de estrabismo é alta em adultos.

Se um adulto tiver estrabismo de início recente, geralmente é o resultado de um trauma ou doença. “Existem inúmeras causas de estrabismo em adultos, e o tratamento geralmente está relacionado à causa”, diz a Dra Rafaela Modelli. “Não é incomum o estrabismo infantil reaparecer em adultos. O estrabismo que os pacientes conseguiram controlar por conta própria ou que foi corrigido com cirurgia anterior pode voltar. Então, é claro, os adultos são frequentemente propensos a formas adquiridas de estrabismo.

Além disso, existem pacientes com acidente vascular cerebral (AVC) ou doença isquêmica que causam desalinhamento do olho, afetando os nervos cranianos que inervam os músculos extra-oculares, e esses pacientes podem ter várias formas de estrabismo paralítico ou parético. 

 A taxa de sucesso do tratamento é extremamente alta e oferece melhoria da visão e benefícios psicossociais. Muitos desses pacientes melhoraram a auto-estima, as chances no trabalho e nos relacionamentos.

O tratamento do estrabismo depende da gravidade, e as opções de tratamento variam desde a observação até a cirurgia. Para pequenas quantidades de estrabismo, a correção pode ser realizada com óculos de prisma, tampão, tratamento farmacológico (injeção de toxina botulínica), e cirurgia.

Procure a OFIC para mais informações e tratamento sobre estrabismo

Copyright © OFIC - Oftalmologia Infantil Curitiba - Todos os direitos reservados Desenvolvido por KAKOI