Blog

Estrabismo: desenvolvimento e tratamento

Um problema relativamente comum em crianças, o estrabismo, uma perda de paralelismo entre os dois olhos. Essa condição ocorre quando as funções binoculares – da superposição quase completa dos campos visuais de cada olho não estão corretas, fazendo com que os olhos se movam fora de sincronia, perdendo o alinhamento. Sem esta superposição, a criança não consegue fazer a discriminação perceptual de localizações espaciais de objetos de maneira correta.

O que é?
O estrabismo é o desalinhamento dos olhos, em qualquer uma das posições do olhar. O problema ocorre de forma intermitente em crianças durante os primeiros dois ou três meses de vida, algo absolutamente normal.

Para que os olhos da criança se desenvolvam plenamente, sem problemas futuros, é importante que o olho “aprenda a ver” e isso só é possível conseguindo uma boa experiência visual durante os primeiros meses de vida.

Afeta o desenvolvimento infantil?
Sim, este é um dos quadros resultantes do estrabismo. Quando uma criança tem estrabismo, porque o olho desviado não está olhando na mesma direção que o olho “bom”, seu cérebro pode decidir suprimir essa visão, afetando assim seu potencial de desenvolvimento. Ao invés do olho continuar evoluindo, seu aprendizado fica comprometido.

As causas do estrabismo?
As causas do estrabismo podem estar ligadas a uma lesão nervosa ou mau funcionamento dos músculos que controlam o olho, erros de refração assimétricos ou não compensados e perda de transparência da via visual entre outras.

Marque sua consulta com as especialistas da OFIC que poderão dar este diagnóstico e as melhores opções de tratamento para cada caso.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Agende uma consulta pelo WhatsApp agora mesmo!

OFIC